Estou grávida, e agora?

Como a ansiedade é enorme, muitos papais saem para olhar os móveis e decoração e acabam caindo em armadilhas de comprar o que não precisa ou que não cabe no quartinho do bebê.


A primeira coisa a se pensar é o espaço que será destinado ao novo integrante da família: Onde ele irá dormir? Este espaço precisará de uma reforma estrutural (forro de gesso, modificação de tomadas e iluminação, instalação de ar-condicionado, pintura, etc)? Ele será compartilhado com outra pessoa (babá, visita, irmão)? Tem algum móvel que será aproveitado (armário, cômoda, berço da família, etc)?


Com base nessas respostas, podemos montar um layout do quarto, levando em conta sempre as necessidades e rotina da família, a circulação e a funcionalidade do mobiliário.

Após essa primeira etapa, podemos pensar no estilo do quarto, e o Pinterest é um bom lugar para a pesquisa pois lá você pode montar uma pasta com as imagens que mais gostou. A partir destas referências podemos montar um estilo próprio para o quartinho do seu bebê, com base nas cores, estilo do mobiliário e decoração que os papais separaram.

Quando estava grávida do Arthur, em 2012.

Gostou? Nos chame para conversar.


Beijocas, Ju 😘


7 visualizações