top of page

Como tudo começou

Oi pessoal, tudo bem?


Essa semana tive que montar uma apresentação contando um pouco do escritório e resgatei imagens do meu Trabalho Final de Graduação, onde me dei conta depois, que foi onde a JuBa começou.


Fui a "raspa do tacho" na minha família e logo que nasci, 2 anos depois nasceu a minha primeira sobrinha. Quando pequena, a casa vivia cheia de crianças e eu como tia, adorava brincar de escolinha, de ser a professora! A primeira escolinha montada foi num quarto desocupado da casa, onde fixamos um quadro negro na parede, colocamos uma tábua com ganchos para pendurar os trabalhinhos e tinha uma mesinha para brincar! Eu devia ter uns 8/10 anos e já adorava essa atividade!



Veio a adolescência e num primeiro momento escolhi a odontologia como profissão, mas sempre visando trabalhar com crianças! Fiz um primeiro vestibular, que não passei, e em seguida descobri que lidar com sangue não era o meu negócio (desmaiei quando fui ajudar a segurar minha sobrinha no hospital, que tinha deixado cair uma pedra na unha do pé 😢).

Acabei optando pela arquitetura depois de fazer um teste vocacional.


Cinco anos se passaram e chegou a hora de escolher um tema para o Trabalho Final de Graduação! Logo veio a ideia de projetar algo relacionado a escola infantil, mas teria que ter um diferencial. Foi nas pesquisas de diferentes modelos educacionais, em 2004, que descobri o Método Montessori e me apaixonei!


Na época, pouco se falava no método Montessoriano e existiam poucas escolas que trabalhavam com esse sistema. Uma escola com a planta aberta, onde as salas se interligam e onde alunos de diferentes idades se relacionam e aprendem uns com outros. As crianças tem autonomia e o professor, na verdade, é um tutor, que orienta e instiga que a criança aprenda com as próprias descobertas.


Foi assim que surgiu meu primeiro projeto na área infantil.😍






Depois de formada, trabalhei alguns anos com arquiteura residencial e comercial, em escritórios de renome, e com clientes de grande importância no âmbito comercial e de varejo.


Em 2012, quando engravidei, decidi abrir meu próprio escritório de arquiteura de interiores, para ter mais flexibilidade nos horários e dar atenção tanto para meu filho, quanto aos meus clientes.



Quer saber como sugiu o JuBa Arquitetando Ninhos??

Acompanhe aqui, pois em seguida vem a parte 2 desta história!


Um Beijo,

Ju




19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page